google-site-verification: googlea7d345fe9e2e3355.html
Inicio / Direto do Alambique / Expocachaça 2020 anuncia novo local e data e terá protocolos de segurança

Expocachaça 2020 anuncia novo local e data e terá protocolos de segurança

A Expocachaça 2020 será diferente, mas vai acontecer e será, como nos anos anteriores, o grande ponto de encontro dos apreciadores de cachaça de todo o Brasil. É o que garante o realizador do evento cachaceiro anual sediado em Belo Horizonte e que foi adiado duas vezes por causa da pandemia. A feira está sendo planejada com protocolos especiais de segurança sanitária.

Na semana passada, depois de muitas idas e vindas ditadas pelas negociações com o setor público, José Lúcio Mendes Ferreira, criador e presidente da feira, anunciou as novas datas para a Expocachaça 2020, que será a 30ª edição do evento: de 19 a 22 de novembro.

A Expocachaça – que tem, em paralelo, a Brasil Bier, dedicada à cerveja – ocorre todos os anos no mês de junho. Por conta da pandemia, no entanto, a organização já havia adiado o encontro para agosto, em previsão excessivamente otimista. “A data se revelou inviável, até porque a Expominas ainda estará com o hospital de campanha montado”, explica José Lúcio. “E nos meses seguintes, o espaço vai estar ocupado com outros eventos que ficaram muito concentrados no segundo semestre; isso nos levou a buscar alternativas”.

Com isso, além de mudar de data, a Expocachaça também muda de local e vai para a Serraria Souza Pinto, um espaço menor, mas muito charmoso, na região central de Belo Horizonte. A Serraria tem história com a Expocachaça. O prédio – erguido em 2012 – sediou as primeiras edições da feira, entre 1998 e 2004, com um retorno breve para uma edição especial em 2010.

Expocachaça 2020: é seguro?

O devoto deve estar se perguntando: é seguro realizar uma feira como a Expocachaça ainda esse ano?

José Lúcio informa que há todo um protocolo de segurança que foi submetido a autoridades estaduais e municipais e será anunciado nas próximas semanas, já que ainda depende de aprovação.

“O setor de eventos não estava conseguindo respostas dos governos em relação aos procedimentos para a retomada. Então, organizou-se em alguns grupos de trabalho – um deles chamado Movimenta-se – e estabeleceu diretrizes para voltar a funcionar”, conta José Lúcio. “Não compramos a ideia de que 2020 era um ano perdido”, diz.

Serraria Souza Pinto
Espaço interno da Serraria – foto: Paulo Lacerda – FCS

Em relação à Expocachaça, José Lúcio frisa que a Serraria tem vantagens em relação à Expominas. “É uma área bem mais aberta, arejada. E por outro lado, é um espaço menor. Vamos ter limites de público e trabalhar com orientação na circulação das pessoas a fim de reduzir os contatos. Na própria montagem da feira, que estamos planejando com muito critério, os espaços serão mais abertos”.

A organização também estuda a montagem de túneis de desinfecção, que ainda dependem da aquiescência das autoridades sanitárias. “Muito do que estamos estudando tem como base os protocolos usados pelos shoppings”, diz o presidente da feira.

Por enquanto, ainda está prevista a programação noturna de shows, o que provavelmente será um ponto crítico no planejamento do evento. Mas o devoto, em qualquer tempo, deve sempre preferir chegar à feira mais cedo e aproveitar o passeio pelos estandes com mais tranquilidade.

Expocachaça 2020: cachaça não vai faltar

Pelo relato de José Lúcio, uma coisa é certa: a Expocachaça 2020, mesmo com todos os percalços, deve manter aquilo que é a grande atração do evento, na ótica do devoto: uma variedade ampla de cachaças em exposição. A tendência de “comitivas” estaduais parece reforçada – Paraíba e Santa Catarina terão esses espaços coletivos divididos pelas cachaças locais.

O Ministério da Agricultura vai ser uma presença marcante. Um espaço equivalente a 15 boxes foi reservado pelo órgão, que ainda não definiu o que vai levar para Belo Horizonte e estuda ainda uma programação de palestras.

“Nunca tivemos espaço vazio na Expocachaça”, diz José Lúcio. “Quando chegou a pandemia, estávamos com 80% dos estandes da exposição reservados. Então, vai caber todos esses parceiros na Serraria. Ficou do tamanho certo. Houve reservas que passaram para 2021; produtores que abriram mão da participação nesse ano. E facilitamos na medida do possível os pagamentos agendados. Mas não tivemos desistências”, conta.

Degustação antecipada

Outra novidade da Expocachaça 2020 é o formato da degustação às cegas que o concurso realiza anualmente com as cachaças em exposição. Até o ano passado, o concurso ocorria em paralelo ao evento e o resultado era anunciado no último dia.

“Vamos fazer a degustação de forma antecipada, nos dias 28, 29 e 30 de outubro, em um espaço da LABM (Laboratório Amazile Biagioni Maia). Assim, os rótulos (30% dos inscritos nas diferentes categorias) poderão chegar à feira já premiados, o que vai ajudar a promover os produtos”, diz José Lúcio.

Leia mais sobre a Expocachaça clicando aqui.

Visite o site da Expocachaça.

Mais notícias sobre cachaça, clique aqui.

Por Dirley Fernandes

Vista a camisa do Devotos

Vá a nossa loja e encomende a sua camiseta do Devotos da Cachaça. Assim, você vai estar nos ajudando a levar mais informação sobre cachaça para o Brasil e o mundo. Clique no link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Devotos em seu e-mail

Pular para a barra de ferramentas Sair