google-site-verification: googlea7d345fe9e2e3355.html
Inicio / Destaques / Leandro Batista de casa nova: Cachaçaria Umas e Outras

Leandro Batista de casa nova: Cachaçaria Umas e Outras

Já sabem da Cachaçaria Umas e Outras? Não? Já saberão. Mas, sobre Leandro Batista, o querido leitor devoto já deve saber.

É o homem que entrou no Restaurante Mocotó para escrever um letreiro e acabou ajudando a transformar a casa em um templo da cachaça; o mago que transforma frutas e pingas de todas as cores em espetaculares caipirinhas; o bartender que já foi chamado até de “Neymar da Cachaça” nos tempos em que a reputação do ex-santista estava bem de pé.

Nesse post, a gente conta toda a trajetória dele.

Pois bem. Há um ano, o companheiro de Cúpula da Cachaça teve alguns contratempos desses que os brasileiros estamos carecas de conhecer e resolveu passar a guarda da sua Boutique da Cachaça para a companheira de ofício Ornella Boulhossa, linda empreendedora que segue firme no leme do negócio na rua Mendes da Rocha, 79.

Leandro seguiu por aí, entre muitos eventos e cuidando das suas duas marcas de cachaça: a Leandro Batista e a Umas e Outras. E sempre com foco naquilo que ele vê como sua missão: levar cachaça boa para as quebradas de São Paulo e de todo o planeta.

Foi aí que um amigo apareceu com uma ideia um tanto original: ele estava abrindo uma barbearia descolada, com um lounge e tudo, ali mesmo na quebrada, e queria ver se o Leandro poderia ajudar a dar uma agitada na casa.

“O pessoal, uma turma jovem, vinha, fazia barba, tomava um negócio, fumava narguilé no lounge… Aí, eu fiz uma minibutique lá, com o mesmo conceito da outra, com os caixotes da decoração, a iluminação, tudo bem parecido mesmo…”, conta o filho da Dona Ivone.

Cachaçaria Leandro BatistaNo local, já se faziam drinques, mas naquela base: caipivodcas e a mistura de gelo de coco, energético e whisky que faz a cabeça dos manos nas quebradas paulistanas.

A ideia original do amigo do Leandro não foi à frente. E ele propôs que o cúpulo ocupasse todo o espaço. “Minha ideia sempre foi de levar a cachaça boa para a periferia. Ali, estava melhor: eu estava levando a cachaça para uma turma ainda mais jovem. Eu quis continuar”, diz.

Resultado: no último dia 16, a Cachaçaria Umas e Outras abriu as portas no local onde antes era o Espaço Capone (Rua Antenor Navarro, 996). E, portanto, as melhores caipirinhas do planeta agora são servidas no Jardim Brasil, em São Paulo.

O que tem na Cachaçaria Umas e Outras

“Estou com uns 30 rótulos de cachaça, de todas as madeiras e todas as regiões importantes”, conta Leandro Batista. Como a casa tem um bom espaço, também conta com um bar de drinques com “clássicos e drinques da quebrada”.

cachaçaria Leandro Batista
Direto das mãos de D. Ivone

Outra novidade boa é que o bartender agora resolveu caprichar mais no cardápio de acepipes. “Estou servindo a coxinha da Dona Ivone. É uma receita da minha mãe. Não é porque é minha mãe, não, mas é diferente de tudo que eu já vi na vida. O povo tá gostando”. Dona Ivone mesmo faz as coxinhas todos os dias, para delírio dos frequentadores da casa.

O baião de dois também sai no capricho. E como bom egresso do Mocotó, Leandro também tem dado (de tapioca) em casa, além de torresmo e queijo coalho. “E vou começar a fazer um samba de raiz, que tem tudo a ver com a cachaça”, anuncia o craque, que já fez até curso de mestre alambiqueiro para saber tudo sobre o nosso destilado.

“A cachaçaria é no Jardim Brasil; fica até próximo à Boutique. É o mesmo bairro, mas essa área tem um estilo e uma cultura bem diferentes”, diz o craque.

Mas, para entender, é preciso ir lá. Então, segue o endereço novamente: rua Antenor Navarro, 996, Jardim Brasil. A Cachaçaria Umas e Outras abre os trabalhos às 17h e vai até 1h, de terça a domingo – sem falta.

Mais sobre Leandro Batista, clique aqui.

Por Dirley Fernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Devotos em seu e-mail

Pular para a barra de ferramentas Sair