Inicio / Direto do Alambique / Extra! Gouveia Brasil 44 e Perfeição trazem troféus do Concurso Mundial de Bruxelas

Extra! Gouveia Brasil 44 e Perfeição trazem troféus do Concurso Mundial de Bruxelas

Por Dirley Fernandesgouveia brasil 44

Notícias gloriosas, já advirto. A divulgação dos resultados do Spirits Selection, do Concurso Mundial de Bruxelas, trouxe excelentes novidades para a produção brasileira de cachaça de qualidade. Dessa vez, não foram apenas medalhas. Tivemos troféus!!!

Duas cachaças abocanharam duas diferentes honrarias que as destacaram entre cerca de 1,3 mil destilados de variadas categorias vindos de 50 países produtores. E que rufem os tambores e soem as trombetas!

A Cachaça Gouveia Brasil 44, de Turvolândia (MG), levou o Troféu de Revelação do Spirits Selection 2018, ao lado do rum agrícola Reimonenq, de Guadaulpe, da tequila Campo Azul e do pisco chileno Tres Erres.

A Gouveia Brasil 44, mais um produto da lavra da empresa que “engarrafa paixão”, segundo a feliz definição de seu diretor Roberto Brasil, leva – literalmente – a assinatura do multipremiado master blender Armando del Bianco. É um dos maiores lançamentos do universo da cachaça este ano e claro que já falamos dela nesse post.

Os troféus foram concedidos apenas após uma segunda degustação às cegas, por parte dos presidentes dos 13 painéis de 76 jurados de 26 nacionalidades, o que garante que a escolha tenha sido altamente seletiva – entre esses, estava Maurício Maia, presidente da Cúpula da Cachaça, representando os especialistas brasileiros.

“Os campeões são considerados inovadores, em sintonia com as expectativas atuais das tendências dos mercados globais”, diz o Concurso, em nota.

Não é espetacular? Pois tem mais.

O Concurso também premiou um “Destilado Orgânico Revelação” que causou “a maior impressão sobre os jurados durante as degustações”. E o prêmio foi para a Cachaça Perfeição, de Santo Antonio do Rio Grande (MG), produzida pelo legionário Marcelo Bonfá.

Com os prêmios da Perfeição e da Gouveia Brasil 44, desempatamos o número de troféus em favor da cachaça. É a brazilian storm dos destilados! E mais um sinal de que temos handcaps para competir globalmente com os melhores destilados do planeta, bastando para isso afinar a sintonia nos processos fora-da-porteira e fortalecer as ações conjuntas entre produtores e em conjunto com associações e entes governamentais. Enfim, parar de vez de pensar pequeno.

Mas vamos aos demais resultados do concurso, porque tivemos mais, muito mais, cachaças premiadas.

Com a medalha de ouro, ficaram a cachaça Catarina Única (Dracena-SP), a Companheira Envelhecida (Jandaia do Sul-PR), as Matriarca Jaqueira e Prata (Teixeira de Freitas-BA), a Engenho d’Ouro Carvalho Extra Premium (Paraty-RJ), a Guaraciaba Premium (Guaraciaba-MG) e as Soledade (Nova Friburgo-RJ) Bálsamo e Pau-Brasil.
Dois gins brazucas também fizeram bonito: o Jungle Gin e o Beg Gin.perfeição

Voltaram para casa com a medalha de prata a Alambique de Minas Edição Especial Senta a Pua (Ouro Branco-MG), a Bem Me Quer Ouro (Pitangui-MG), a Alambique Brasil Prata (Ortigueira-PR), a Coqueiro Ouro (Paraty-RJ), a Heats Brazil Carvalho Premium (Paraíso-SC), a Ouro 1 (Papagaios-MG), a Ouro Blend Casa Três Vendas (Santa Tereza-RS), a Tellura Prata (Campos-RJ), a Guaraciaba Jequitibá (Guaraciaba-MG), as Indiazinha Flecha De Ouro Amburana-Castanheira e Flecha De Prata (Abaetetuba-PA), a Vale Verde Prata (Betim-MG) e as Ypióca 150 Anos e Cinco Chaves (Maranguape-CE).  A tiquira maranhense Guaaaja também levou a prata.

No total, foram 27 prêmios para o Brasil, sendo 24 para a cachaça. À nossa frente no total de medalhas só ficaram China e Taiwan, com seus muitos baijus premiados, Martinica com uma tempestade de runs, e França e Itália, com seus variados, tradicionais e gloriosos destilados. O México das tequilas e mezcais empatou conosco.

Se levarmos em conta apenas os ‘duplo ouro’, dos 29 agraciados, o rum foi a melhor categoria, com oito super-medalhados, seguido pelo baiju, com sete e evoluindo. O Concurso Mundial de Bruxelas aconteceu de 21 a 23 de agosto, em Plovdiv, na Bulgária.

Mais sobre a Gouveia Brasil, leia aqui.

Quer conhecer melhor o master blender Armando del Bianco, leia esse post.

Você pode adquirir a Gouveia Brasil 44 na loja online da marca. Clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

giay nam depgiay luoi namgiay nam cong sogiay cao got nugiay the thao nu

Devotos em seu e-mail