Inicio / Destaques / Coluna do Agostinho: no Paraná, um blend para a Cachaça Companheira

Coluna do Agostinho: no Paraná, um blend para a Cachaça Companheira

companheira blend

Já deve ter alguém perguntando por onde eu estou andando que não escrevo há tanto tempo para o Devotos da Cachaça. Eu respondo: vivinho da silva, trabalhando muito em diversas andanças Brasil afora.

Mas, deixando de conversa fiada, vamos ao que interessa. No último final de semana, deixei os cariocas na praia, tomei um avião e fui parar em Jandaia do Sul, no Paraná, onde me encontrei com três feras do nosso querido destilado, nada menos que Maurício Maia, Milton Lima e Leandro Batista, todos da Cúpula da Cachaça, que eu convidei para dividir comigo a responsabilidade representada pelo convite que recebi dos produtores da Cachaça Companheira. Nós não marcamos uma partida do Trunfo das cachaças pelos campos paranaenses – até jogamos, mas, nas poucas horas vagas.

Chegamos às 8 horas no alambique da Cachaça Companheira e por lá estava Natanael Bonicontro, que, junto com suas filhas, produz aquela simpática cachaça que levou o terceiro lugar no II Ranking Cúpula da Cachaça 2016.

Ordens expedidas, escalei-me, junto com os experts e nobres cúpulos lá presentes para assumirmos nossas posições, com ficha de degustação, caneta e taças. E, obviamente sem a necessidade de um toque de corneta, todos iniciaram o trabalho. Lá pelas 18 horas já se sabia quais barris deveriam ser misturados para o blend da cachaça que em breve estará nas prateleiras: Cachaça Companheira 12 Anos. No domingo, foi dia de misturar, medir teor alcoólico, diluir e… degustar.

Missão cumprida, e bem cumprida. Esperem só para ver se eu não tenho razão.

Leia mais sobre o Trunfo das Cachaças

Leia as outras Colunas do Agostinho.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

giay nam depgiay luoi namgiay nam cong sogiay cao got nugiay the thao nu

Devotos em seu e-mail