Inicio / Destaques / London Cachaça Festival: a marvada na terra da rainha

London Cachaça Festival: a marvada na terra da rainha

UK FestivalsA Inglaterra, que já teve esse ano um evento dedicado a caipirinha, terá em 2018 dois festivais voltados exclusivamente para a cachaça, com direito a degustação de shots e coquetéis especialmente formulados para a ocasião por bartenders brasileiros.

As datas já estão fechadas: em 7 de abril, acontece o Manchester Cachaça Festival, no Britannia Sachas Hotel, na cidade do Oasis. O local tem capacidade para 400 pessoas.

No dia 14 de abril, é a vez de Londres. Os súditos da rainha da cidade dos Rolling Stones poderão degustar os sabores brasileiros no London Cachaça Festival, na Unit 5 Gallery, no East End, que tem capacidade para 200 pessoas.

No local do evento, cada marca de cachaça terá uma mesa específica, onde será feita a degustação de suas bebidas. “O modelo ideal seria que cada empresa pudesse fornecer alguém para apresentar a sua marca, mas isso teria um custo elevado nesse primeiro momento. Por isso, utilizaremos um interlocutor que apresentará cada cachaça, suas características e história”, diz Leszek Wedzicha, um dos organizadores dos eventos.

Também haverá um espaço para a coquetelaria. Bartenders especializados em cachaça, como Walter Garin, estão preparando receitas especiais para a ocasião.

“O objetivo é ensinar o povo daqui o que é a cachaça, tentar abrir mercado. Será um evento onde não estaremos, como acontece sempre, como coadjuvantes. Será exclusivamente com cachaça”, diz Wedzicha, que pretende convidar importadoras e distribuidores locais para conhecer a bebida brasileira.

A terra do gim é o nono maior importador de cachaça, em termos globais. Mas o valor exportado ainda é irrisório diante do potencial: R$ 396 mil no ano passado. A aposta de todos os operadores do mercado local é ganhar mais espaço por meio da coquetelaria, na terra que tem quatro dos dez melhores bares do mundo, segundo a lista da The World’s 50 Best Bars.

A ideia é que o evento se torne anual.  Já há marcas interessadas em participar dos eventos, mas, por enquanto, a única anunciada é a Cachaça Bartolomeu, produzida em Pirassununga. O boss da marca, Hugo Tolomei, que mora em Londres e trabalha para ampliar o espaço de sua cachaça naquele mercado, é um dos organizadores da festa, ao lado de Wedzicha e de Jonathan Rees, que são ligados ao mundo do rum e da cachaça no Reino Unido. Milton Lima, da Cúpula da Cachaça e da Cachaçaria Macaúva, é o embaixador e representante do projeto no Brasil.

Para participar do Manchester Cachaça Festival e do London Cachaça Festival, é preciso pagar uma taxa de inscrição no valor de R$500 e enviar pelo menos seis garrafas de cachaça (com impostos pagos) que servirão para exposição e degustação nas duas feiras. A venda de garrafas no local só será permitida para as empresas que já operam no Reino Unido, por questões fiscais. O contato com a organização pode ser feito pela página do evento no Facebook.

Sobre o London Caipirinha Festival, leia aqui.

Mais sobre  a cachaça Bartolomeu, nesse post da seção Cachaças de A a Z.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

giay nam depgiay luoi namgiay nam cong sogiay cao got nugiay the thao nu

Devotos em seu e-mail