Inicio / Destaques / Trunfo das Cachaças é lançado em disputa épica entre devotos da marvada

Trunfo das Cachaças é lançado em disputa épica entre devotos da marvada

Por Dirley Fernandes

E não é que é divertido? Na noite de terça-feira (07/11), no Empório Sagarana, em São Paulo, foi lançado o ‘Trunfo das Cachaças’. Trata-se de um jogo, ao estilo da sueca, onde as cartas (32) são cachaças e a pontuação é dada pelas características de cada uma das marvadas.

Entre um rabo de galo com formiga do bartender Paulo Cesar Corghis e um shot de cachaças como Nobre, Colombina, Tiê ou Havaninha (representadas no jogo e apoiadoras do projeto), oito especialistas em cachaça se enfrentaram numa dura contenda por um prêmio pra Masterchef nenhum botar defeito: uma garrafa da gloriosa Cachaça Havana.

O masterjurado Fogaça, enrolado com uma gravação, desfalcou o time laranja, do qual fazia parte esse editor, mas prestigiou o evento, chegando e jogando uma partida amistosa quando o campeonato de verdade já havia se encerrado.

É preciso dizer que não é absolutamente necessário ser especialista para jogar e se divertir com o Trunfo das Cachaças. Porém – e isso é o mais importante –, quem apostar uma pinga em uma rodada do jogo ficará sabendo mais sobre as 32 marcas e também sobre a categoria Cachaça como um todo.

Exemplos: a cachaça Sebastiana já conquistou 20 prêmios. Quem saía com essa carta, jogava-a na mesa desafiando no quesito ‘premiação’ e sempre levava a mão. Da mesma forma, a cachaça Matuta era lançada à mesa e o desafio era a sua litragem (1.000 ml). Ninguém a vencia.

 

Foto: Cris Amin
Foto: Cris Amin

Cumpro o dever de informar que a partida foi vencida por Maurício Maia, presidente da Cúpula da Cachaça. A vitória foi inequivocamente justa, posto que ele bateu em desafio homem-a-homem (com o perdão de algum eventual exagero) o próprio idealizador do Trunfo das Cachaças, Milton Lima, da Cachaçaria Macaúva.

Esse editor caiu, de forma honrosa, na semifinal, sendo batido aos 47 do segundo tempo por Felipe Januzzi, do Mapa da Cachaça, depois de ter vencido, em longa e épica disputa, o professor Cesar Adames. Felipe fez a encarniçada final com Maurício Maia.

O Trunfo das Cachaças pode ser adquirido, gratuitamente, na Cachaçaria Macaúva, em Analândia (SP), que, como vocês podem ler aqui nesse post, tem a melhor carta de cachaças do mundo.

Milton Lima disponibilizou, no entanto, uma parte da tiragem para proprietários de cachaçarias que queiram ter um ‘baralho’ em suas casas como mais uma atração e uma forma de ajudar os devotos a se enfronharem um pouco mais no mundo das cachaças, objetivo final da iniciativa.

Os responsáveis por cachaçarias podem enviar um e-mail para chale@macauva.com.br e combinar o envio com o próprio Milton o envio.

Mais sobre o Trunfo das Cachaças, leia aqui.

Mais sobre a Cachaçaria Macaúva, clique aqui.

Na seção Cachaças de A a Z, você poderá saber mais sobre algumas das cachaças representadas no Trunfo das Cachaças e muitas outras. Entre aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

giay nam depgiay luoi namgiay nam cong sogiay cao got nugiay the thao nu

Devotos em seu e-mail