Inicio / Cachaças de A a Z / Turmalina da Serra: paraibana refinada

Turmalina da Serra: paraibana refinada

Por Dirley Fernandes

turmalinaEm janeiro do ano passado, recebi um e-mail vindo da Paraíba. Era o “amigo de um produtor” querendo me presentear com uma cachaça. Ora, se é da Paraíba, é claro que eu quero! O estado tem uma gloriosa produção, sobretudo na Região do Brejo, com destaque para o município de Areia.

Mas, aqui, fixemo-nos apenas na cachaça que me foi levada na editora onde eu então trabalhava: a Turmalina da Serra Carvalho. Ela é envelhecida em carvalho francês na Fazenda Cachoeira (Areia), que produz sua própria cana, transportada para a moenda em lombo de burro. É uma joia em sua categoria: a cor é de um dourado pálido translúcido e atraente. O corpo é médio. A graduação alcoólica (42%) parece menor. O aroma é puxado para o frutado,  além das esperadas notas de baunilha  e o paladar é extremamente amigável, com o tom amadeirado nada disfarçado.

Não se pode dizer que a Turmalina é uma cachaça tipicamente paraibana. A opção é pela maciez. Ela se encaixa mais na prateleira das cachaças extra premium e vai agradar por demais os cultores dos tons aveludados do carvalho. Nessa categoria, ela é irretocável.

A Turmalina da Serra Carvalho não é nada fácil de encontrar e sua produção é bastante limitada, não atingindo 10 mil litros/ano.  Seu preço, certamente, ultrapassa os R$ 100. Para maiores informações, é melhor buscar o próprio produtor. Clique aqui para ir ao site da marca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

giay nam depgiay luoi namgiay nam cong sogiay cao got nugiay the thao nu

Devotos em seu e-mail